VIROC

Jardim de Infância Popular - Nadir Bonaccorso - Portugal

O convite para o concurso de realojamento de um Jardim de Infância, no âmbito de um plano de requalificação urbana, foi a oportunidade de refletir sobre as características relacionais de um edifício público com a envolvente áspera de uma zona suburbana e ao mesmo tempo trabalhar e ensaiar conceitos de bioclimática, integrados num projeto multidisciplinar de espaço público.

A assinatura de Nadir Bonaccorso neste projeto é inequívoca, pela concretização exemplar dos princípios de Arquitetura Sustentável. O edifício é construído em betão branco à vista. O seu lado sul é revestido com painéis de Viroc Preto com volumes salientes que permitem o controlo solar e oferecem um espaço peculiar para as atividades escolares.

O interior desta estrutura é revestido, quase como uma segunda pele, a isolamento térmico. Uma terceira pele em tijolo e reboco protege o isolamento, garante uma inércia térmica no interior do Jardim de Infância. O aquecimento é baseado num sistema misto de painéis solares e caldeira a gás, que fornece água quente para uso normal e para pavimento radiante. A ventilação do edifício é feita por diferença de pressão da extração forçada de ar, nos volumes de instalações sanitárias, entrando no edifício através de um sistema de grelhas presente nos caixilhos térmicos em alumínio.

Para Nadir Bonnacorso, “a matéria assemblada constrói o espaço. Gosto de utilizar materiais que demonstram a sua natureza e o painel Viroc tem esta característica. É um material que se integra na minha construção de espaço.”

Este edifício bioclimático é hoje uma referência internacional, tendo recebido uma menção especial no Prêmio Internacional de Arquitetura Sustentável – Fassa Bortolo, 3ª edição. Em 2010 foi selecionado para o 4º Compêndio de Edifícios Educacionais Exemplares pela OCDE.

 

Ficha Técnica:

Produto: Viroc Preto
Aplicação: Fachadas
Arquitetura: Nadir Bonaccorso (coordenação), Sónia Silva
Fotografia: FG + SG
Localização: Portugal